#2. 2016 – Os “impossíveis”: escutar novamente a liquidez do novelo

dezembro 26, 2016 § Deixe um comentário

(Das leituras “antes que eu fique nostálgico”, de 2016, sobre o poema)

Estou vendo, diante da cordilheira de papéis na minha mesa, o livro-tripa impossíveis de Fernanda Morse. Ganhei da autora em dezembro (08/12/2016) na faculdade de ciências humanas (na verdade preciso pagá-lo ainda, talvez). Agora, relendo, pensando no que havia sublinhado, e escrito,  reproduzo as impressões e analogias de que o poema me ativou.

*

conheci essa palavra

quando brotou da sua boca

em retorno

Uma das passagens mais bonitas. Instaura a imagem de um loop, que será reforçado na travessia dos impossíveis, e que ordena a sua própria política. Esse outro a que se refere a voz da autora (e que dá a ela fogo na eloquência, no desejo latente do escrever) vai se desdobrando na tripa do livro em muitos alguéns, fragmentados, instigando um “movimento e parada” na mão de Fernanda, e ecoa, na leitura, como um abismo muito conhecido da nossa geração:

te percebo numa volta incompleta

entre o meu existir e o ato

em seus olhos

deveriam capturar este movimento

percorrendo

a torção do meu corpo

Não é algo que se apalpe, esses seus versos, que se pegue entre os dedos. Escorrem, incapturáveis (diferente do estilo estático e “fotográfico” de muita poesia poética ingênua). Instauram uma relação com o mundo que transborda e é um nó, ao mesmo tempo: novelo.

tua cabeça/um novelo

transbordando

em nó

Mas o disforme (e aqui entra o jogo com a nossa realidade contemporânea, em consonância com o futuro de oposições incertas mas urgente, dentro da tirania da moeda global), o disforme, o intratável, sempre volta, está fluindo a todo instante na nossa fuça:

retornando:

plenos

desconhecidos

E pedindo uma nova escuta, iminente:

justamente:

você não entende

o que este lugar

seria

passeia

pelas coisas

sem habitá-las

– vazio

https://pertovermelho.wordpress.com/impossiveis

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento #2. 2016 – Os “impossíveis”: escutar novamente a liquidez do novelo no incidentes.

Meta

%d blogueiros gostam disto: